• Chuva Crioula

    José Mauro de Vasconcelos

    Editora Melhoramentos

    Ambientada no Pará, região de ricos seringalistas e castanheiros, a história deste romance levanta a problemática da pureza e do pecado, contrapondo o submundo da prostituição — fruto da desgraça, do desamor e da miséria — ao mundo do fanatismo religioso e da moralidade hipócrita de uma sociedade de riqueza ostentatória e de sexualidade mal-resolvida. Esmeralda, tem belos olhos verdes, nascida da união da mãe branca com um negro que a violentara, é, a princípio, rejeitada pelo padrasto e, mais tarde, por ele desvirginada. Sem poder resolver os conflitos morais em que se debate e não desejando ceder as instâncias do homem, que a quer levar para longe da família, Esmeralda foge para Belém, onde se prostitui nas ruas para sobreviver. Descoberta por agenciadores de prostitutas, é levada para um cabaré à beira-rio, onde se torna a principal atração e o objeto de adoração do dono da casa noturna, o homossexual Cleo, conhecido como Suzi. Completamente seduzido pela beleza de Chuva Crioula — nome com que Esmeralda se apresenta no cabaré —, Doca, um frequentador da casa, que se diz rico herdeiro de um seringalista, paga o alto preço da exclusividade no amor da bela mulher. Após mais de 5 anos nessa vida de prostituta de luxo, Esmeralda encontra, o rancho de Daniel, padre que largara a batina. Ao lado dele, numa relação estritamente fraternal, ela redescobre a pureza da vida simples dos seus tempos de menina. Porém, Esmeralda ainda encontrará muitos conflitos em sua busca por paz e uma vida tranquila.
    Ler mais Ler menos
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 185
    Peso do arquivo 1.86MB
    Ano da publicação 2021

    Sinopse

    Ambientada no Pará, região de ricos seringalistas e castanheiros, a história deste romance levanta a problemática da pureza e do pecado, contrapondo o submundo da prostituição — fruto da desgraça, do desamor e da miséria — ao mundo do fanatismo religioso e da moralidade hipócrita de uma sociedade de riqueza ostentatória e de sexualidade mal-resolvida. Esmeralda, tem belos olhos verdes, nascida da união da mãe branca com um negro que a violentara, é, a princípio, rejeitada pelo padrasto e, mais tarde, por ele desvirginada. Sem poder resolver os conflitos morais em que se debate e não desejando ceder as instâncias do homem, que a quer levar para longe da família, Esmeralda foge para Belém, onde se prostitui nas ruas para sobreviver. Descoberta por agenciadores de prostitutas, é levada para um cabaré à beira-rio, onde se torna a principal atração e o objeto de adoração do dono da casa noturna, o homossexual Cleo, conhecido como Suzi. Completamente seduzido pela beleza de Chuva Crioula — nome com que Esmeralda se apresenta no cabaré —, Doca, um frequentador da casa, que se diz rico herdeiro de um seringalista, paga o alto preço da exclusividade no amor da bela mulher. Após mais de 5 anos nessa vida de prostituta de luxo, Esmeralda encontra, o rancho de Daniel, padre que largara a batina. Ao lado dele, numa relação estritamente fraternal, ela redescobre a pureza da vida simples dos seus tempos de menina. Porém, Esmeralda ainda encontrará muitos conflitos em sua busca por paz e uma vida tranquila.
    Ler mais Ler menos

    Ficha técnica

    • Autor(a) José Mauro de Vasconcelos
    • Tradutor(a)
    • Gênero Contemporâneo
    • Editora Editora Melhoramentos
    • Páginas 185
    • Ano 2021
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9786555393033
    • Peso do arquivo 1.86MB