• Introdução ao narcisismo: O amor de si

    Carlos Augusto Nicéas

    Civilização Brasileira

    Carlos Augusto Nicéas parte das descrições freudianas de um fenômeno denominado "narcisismo" e apresenta a importância da discussão entre Freud e seus contemporâneos na elaboração desse fenômeno. Segundo Nicéas, Freud reconhece o narcisismo como uma etapa fundamental do processo de constituição do eu. Em seguida, resgata a importância da dimensão do imaginário na psicanálise e observa, ainda, que o narcisismo propõe questões importantes para a relação entre analista e paciente. O livro nos abre a possibilidade de observar a sociedade na qual estamos imersos e ver como esse fenômeno, ao se tornar provavelmente a estrutura psíquica dominante na atualidade, resulta em laços sociais limitados. Mesmo estando bem acordados e livres de qualquer doença orgânica, nossas relações tendem a seguir o "modelo narcisista" – ser amado primeiro para amar depois – e a ficar restritas a ele, atendendo às demandas da "coerência narcisista" que se potencializam a cada compartilhamento de fotos nas redes sociais.
    Ler mais Ler menos
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 126
    Peso do arquivo 1.02MB
    Ano da publicação 2017

    Sinopse

    Carlos Augusto Nicéas parte das descrições freudianas de um fenômeno denominado "narcisismo" e apresenta a importância da discussão entre Freud e seus contemporâneos na elaboração desse fenômeno. Segundo Nicéas, Freud reconhece o narcisismo como uma etapa fundamental do processo de constituição do eu. Em seguida, resgata a importância da dimensão do imaginário na psicanálise e observa, ainda, que o narcisismo propõe questões importantes para a relação entre analista e paciente. O livro nos abre a possibilidade de observar a sociedade na qual estamos imersos e ver como esse fenômeno, ao se tornar provavelmente a estrutura psíquica dominante na atualidade, resulta em laços sociais limitados. Mesmo estando bem acordados e livres de qualquer doença orgânica, nossas relações tendem a seguir o "modelo narcisista" – ser amado primeiro para amar depois – e a ficar restritas a ele, atendendo às demandas da "coerência narcisista" que se potencializam a cada compartilhamento de fotos nas redes sociais.
    Ler mais Ler menos

    Ficha técnica

    • Autor(a) Carlos Augusto Nicéas
    • Tradutor(a)
    • Gênero Psicologia
    • Editora Civilização Brasileira
    • Páginas 126
    • Ano 2017
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9788520013380
    • Peso do arquivo 1.02MB