• Sociedade sem lei: Pós-democracia, personalidade autoritária, idiotização e barbárie

    Rubens R R Casara

    Civilização Brasileira

    A crise da democracia é um fenômeno brasileiro? O que faz com que as pessoas aceitem, passivamente, ter seus direitos flexibilizados ou eliminados? O caos em que a sociedade está inserida é o resultado de um processo histórico que só foi possível a partir do "sucesso" do capitalismo e do correlato empobrecimento subjetivo. A intenção deste livro é fazer o leitor refletir sobre essas questões e demonstrar que ainda existe uma faísca viva no projeto democrático e na visão de uma sociedade que se caracterize pela solidariedade mais do que pelo egoísmo. Mas, qualquer projeto revolucionário no século XXI não pode ser construído a partir das mesmas bases dos projetos revolucionários do século XIX. Revolucionários liberais e socialistas dos séculos que nos antecederam não imaginavam o que nós seríamos capazes de fazer com o Estado, a sociedade e o indivíduo. Precisamos recuperar nossa sensibilidade histórica. Sem a compreensão histórica, não há interação possível entre sujeito e objeto, sem história não há dialética (nem a compreensão de que inexistem sujeitos à margem das relações sociais) ou possibilidade de transformação social.
    Ler mais Ler menos
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 176
    Peso do arquivo 1.23MB
    Ano da publicação 2018

    Sinopse

    A crise da democracia é um fenômeno brasileiro? O que faz com que as pessoas aceitem, passivamente, ter seus direitos flexibilizados ou eliminados? O caos em que a sociedade está inserida é o resultado de um processo histórico que só foi possível a partir do "sucesso" do capitalismo e do correlato empobrecimento subjetivo. A intenção deste livro é fazer o leitor refletir sobre essas questões e demonstrar que ainda existe uma faísca viva no projeto democrático e na visão de uma sociedade que se caracterize pela solidariedade mais do que pelo egoísmo. Mas, qualquer projeto revolucionário no século XXI não pode ser construído a partir das mesmas bases dos projetos revolucionários do século XIX. Revolucionários liberais e socialistas dos séculos que nos antecederam não imaginavam o que nós seríamos capazes de fazer com o Estado, a sociedade e o indivíduo. Precisamos recuperar nossa sensibilidade histórica. Sem a compreensão histórica, não há interação possível entre sujeito e objeto, sem história não há dialética (nem a compreensão de que inexistem sujeitos à margem das relações sociais) ou possibilidade de transformação social.
    Ler mais Ler menos

    Ficha técnica

    • Autor(a) Rubens R R Casara
    • Tradutor(a)
    • Gênero Governo e Política
    • Editora Civilização Brasileira
    • Páginas 176
    • Ano 2018
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9788520013816
    • Peso do arquivo 1.23MB